Fies: Enem 2018 é usado na nota de corte e prioriza quem não tem graduação

Quem faz o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018) tem mais uma vantagem na hora de ingressar no ensino superior: ganha prioridade na hora de conseguir uma vaga para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies 2018), cujas inscrições começaram ontem em todo o Brasil. Em Salvador, são 2.744 vagas em 105 cursos.

A vantagem é que, assim como  no Sistema de Seleção Unificada (Sisu 2018), o Fies também atualiza o sistema de vagas em tempo real, com as notas de cortes dos candidatos. Essas notas são calculadas considerando apenas os resultados obtidos no Enem pelos candidatos inscritos que não concluíram o ensino superior. Quem quer uma vaga no Fies e já tiver graduação – ou se não tiver feito o Enem – precisa esperar para entrar na disputa.

De acordo com o sistema, os estudantes que concluíram o ensino superior são ranqueados após todos os estudantes sem graduação concluída. O percentual de financiamento do valor do curso é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita de cada candidato do enem 2018.

Em toda a Bahia, são 6.478 vagas disponíveis, incluindo as 2.744 de Salvador. As inscrições para o financiamento seguem até a próxima sexta-feira (28), no site do Sistema Informatizado do Fies
(SisFies), http://fiesselecao.mec.gov.br.

Quanto custa

Na capital baiana, as oportunidades são em cursos de diversas áreas. O financiamento vai custear mensalidade de R$ 208,03 a R$ 7.148,47. O curso com a maior mensalidade é o de Medicina, na Unifacs, com valor de R$7.148,47, seguido do curso de Pilotagem Profissional de Aeronaves, na Faculdade Regional da Bahia, com mensalidade de R$ 3.088,45. Já o curso mais barato é o de Gestão de Recursos Humanos, no Instituto Baiano de Ensino Superior, com mensalidade de R$ 208,03.

[ratings]

Fies: Enem 2018 é usado na nota de corte e prioriza quem não tem graduação
5 (100%) 1 voto

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*